Éntomos – Disidencia

Progressive Metal/Djent

Nota: 8,0

 

A partir de uma certa idade, a gente acaba se tornando meio repetitivo em algumas afirmações, mas vou comentar novamente dois fatos que eu costumo sempre ressaltar. O primeiro é que as bandas de Heavy Metal Sul Americanas são geniais! Fico espantado com a quantidade delas espalhadas por várias cidades e países desse nosso extenso continente. Segundo é que sempre quando me perco em qual estilo uma banda toca, é sinal que o som é de qualidade e os chilenos do Éntomos se encaixam muito bem em ambas afirmações.

 

 

 

Logo de cara, a faixa “Inmolación”, que abre o disco, impressiona pelo peso das timbragens utilizadas na banda. Eu realmente não esperava esse som, já que o estilo denominado a banda é o Metal Progressivo, mas a sonoridade das guitarras lembra um pouco de Fear Factory, junto a alguns elementos industriais bem sutis e talvez até não intencionais. Há uma pegada meio New Metal em função da afinação e tudo isso sob uma atmosfera similar a criada pelo Gojira em suas músicas. Incrível como as referências são bem diversificadas, né? Claro que o lado progressivo, com pitadas de Dream Theater, aparece em toda a audição, tornando mais presente da metade para o final do álbum. Todas essas variadas influências que, magnificamente trabalhadas e unidas pela banda, deram graça ao som.

Como eu mencionei anteriormente, o disco começa a se aprofundar mais no lado progressivo a partir da instrumental “Nativo”, mas não perde a pegada, somente muda o foco um pouco. A “Instinto Del Ser” é um bom exemplo desse equilíbrio das sonoridades feitas pela banda, passando por todos os elementos citados e até mesmo uma leve flertada com o Jazz.

A acústica “Eterno” gera uma tranquilidade que serve como preparativo para o fim do disco e “Humanidad” resgata todo a pegada da banda, sendo uma ótima forma de fechar o álbum. O disco “Disidencia” é bem complexo em sua instrumentação e mostra que a banda esbanja técnica e criatividade na criação de suas ideias.

 

 

 

 

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *